Alegria, alegria.

Enfim chegou o grande dia. Foram dois meses de planejamento e quatro horas de festa. Mas foi muito bom.

Papai e mamãe decidiram pelo tema Circo depois de verem as fotos do aniversário da Lulu. Era tudo muito colorido, alegre. A minha cara.

Foi então que começaram a pesquisar na Internet e decidiram fechar a decoração com a Luciana da Joana Festas. Ela tem uma proposta diferenciada e boa parte da decoração fica na parte de baixo da mesa, na altura dos meus olhinhos, um espaço que geralmente fica encoberto pela toalha.

Os porta-lápis que transformamos em centros de mesa e os porta-retratos que demos como lembrança, todos de madeira com palhacinhos de biscuit, foram feitos pela H`Art Biscuit.

Animação e buffet ficaram à cargo da Trampolim, que também mandou muito bem. O playbaby tinha muitos brinquedos legais e um mini pula-pula para as crianças menores, como eu. Os meus amigos mais velhos também curtiram o playbaby, mas puderam desfrutar de uma aventura mais radical na cama elástica.

O show de palhaços também agradou a todos. Até aos adultos. E eu surpreendi: não me assustei, fui no colo dos palhaços e assisti a todo o show prestando muita atenção.

Depois do show, foi a hora do parabéns. Ficaram todos em volta, olhando pra mim e cantando parabéns pra você. Fiquei um pouco encabulado, mas papai e mamãe estavam ao meu lado.

Mas a melhor parte da festa foi poder estar junto de familiares e amigos, meus e dos meus pais. Fiquei muito feliz com a presença de todos.

A agitação foi tanta que dormi muito mal à noite. Em compensação, no dia seguinte, dormi quase o dia todo.

Ah, obrigada pelos presentes. Foram muitos e a cada dia descubro uma novidade.

Um Ano Depois…

Aqui estou eu, agora já com um ano. Mamãe diz que tudo passou muito rápido, que outro dia ainda era um bebezinho que só mamava, chorava e dormia. Bem, continuo fazendo tudo isso, mas hoje em dia, durmo menos e, além de mamar, já como de tudo. Fora isso, continuo chorando, mas já comecei a falar. Ando, brinco, brigo, rio. Subo no sofá da sala, na mesa de centro, na minha caixa de brinquedos. Entro dentro do armário, da cômoda e embaixo do berço.

É… Foi um ano e tanto. Não sei dizer se passou rápido. Mas muita coisa mudou. Pra mim e pra minha família. Em especial, para papai e mamãe. Eles agora têm menos tempo pra eles e mais responsabilidades. Mas também têm mais alegrias. Se encantam e se emocionam com cada nova gracinha que faço. Agora temos uma micro família, da qual a bá Cida também faz parte, e isso nos dá uma tremenda felicidade.

Pra comemorar tudo isso papai e mamãe prepraram uma super festa, que aconteceu dois dias depois do meu aniversário. Sobre ela vou falar num outro post. Mas o dia D não poderia passar em branco. Então, no dia mesmo em que completei um aninho, fizeram um bolo com cachorro quente lá em casa só para vovós, tios, primos e dindos.

Este foi só o começo de um fim de semana muito agitado.