Anarriê.

Hoje entrei no caminho da roça. E para isso, tinha que estar à caráter. Camisa xadrez, calça remendada e chapeú de palha. Mas é claro que mesmo vestido de caipira eu sou muito estiloso. Arranquei suspiros e comentários nas ruas do Leblon. Mas digam a verdade: já viram um caipirinha mais bonito do que eu?

Toda esta produção foi para a festa junina do colégio do meu primo Pedro. Ele dançou quadrilha e fomos todos lá para vê-lo: eu, mamãe, papai, vovó Loló e dinda Maluca. A festa estava um pouco cheia, mas deu para curtir. Comi salsichão e ganhei uma bola e um copinho na pescaria. Ah, e encontrei com os primos, dinda Alice e dindo falso Perrota.

A produção começou logo de manhã lá em casa. Papai costurou retalhos na minha calça jeans e fez uma gravatinha. Para ficar com um toque ainda mais caipira ele deu uma detonada na minha calça com a pedra de amolar faca. Ela ficou com uns “buracos”. Mamãe ficou como assistente.

Ah, tive direito até a bigode e costeleta, feitos com o lápis de olho da mamãe.

Ih, olha a cobra!!!!! É mentira… Ha, ha, ha…

Anúncios